Follow Us

Participe da nossa comunidade de Mulheres Empreendedoras!

Cadastre-se para receber as novidades do blog direto do seu e-mail!

 

8 sinais de que você não leva o seu blog a sério


Já parou pra pensar se você leva o seu blog a sério? Confira agora os 8 sinais
que mostram se você está ou não se dedicando o suficiente!


Passar a enxergar o blog como um negócio online pode ser uma tarefa difícil para várias blogueiras, porque muitas ainda se sentem desconfortáveis em falar sobre o assunto ganhar dinheiro blogando, como se isso fosse um erro grave. Transformar sua paixão uma fonte de renda tem se tornando uma missão frequente para muitas meninas que passaram a levar o blog a sério, como um emprego de carteira assinada, sempre buscando meios de aumentar seus resultados.

Mas infelizmente ainda existem aquelas que não veem a mina de ouro que tem nas mãos, por isso não conseguem agarrar as oportunidades que o seu blog tem pra oferecer. Sou totalmente contra criar um blog somente para ganhar dinheiro. É preciso acima de tudo amar o nicho escolhido, pra que você tenha interesse em estudar, se aprofundar e ajudar seus leitores quando for preciso.

Desistir se torna uma desculpa frequente quando não se ama o blog.

Pensando nisso, separei os 8 sinais de que você não leva o seu blog a sério, pra que caso tenha algum desses você possa tentar melhorar para transformar o blog em seu emprego integral em 2019!

Salve essa imagem para ver depois!



1. Você não publica com frequência:  

Publicar de vez em quando é um erro grave. Quando você posta e depois some, o leitor entende que aquele blog não é mais atualizado, e acaba deixando de acompanhar. Adicionar um post nem que seja uma vez por semana, é melhor do que deixar as pessoas que gostam do seu trabalho sem um retorno.

2. Você não dá suporte aos seus leitores:

Recebo pedidos de ajuda com frequência, de meninas querendo conselhos e suporte sobre assuntos variados, e sempre que posso ajudo com maior prazer. Mas infelizmente muitas blogueiras  não oferecem esse contato direto, não conversam, não trocam experiências, não procuram fazer amizades com os leitores.
3. Você não estuda sobre o seu nicho:

Para mim esse é o erro mais grave. Porque não adianta publicar 3 posts por semana, se esses posts não forem de qualidade. Se as informações forem erradas e equivocadas. Os estudos deve fazer parte do seu cotidiano e jamais deve ser algo para se fazer depois. Uma blogueira de sucesso investe em cursos da sua área, passa horas pesquisando o assunto do post que vai escrever e não cansa de buscar informações.

4. Você quer tudo mastigado e gratuito:

Outro sinal grave é quando a blogueira gosta de receber tudo mastigado, é aquela que sai perguntando sem ao menos buscar no Google, que ainda fica com raiva quando a pessoa na qual ela perguntou não retorna com a resposta. Já dei várias dicas de como ajudar seu blog favorito, e uma delas é não exigir muito da blogueira amiga, pois ela é gente como a gente.

Ela tem preguiça de ler um post como esse, prefere passar os olhos ao invés de pegar papel e caneta para anotar os tópicos importantes para estudar depois. Tem preguiça de assistir vídeos de mais de 10 minutos, que vão aprimorar seus conhecimentos.

E além de querer tudo pronto, essa mesma blogueira ama receber coisinhas de graça e passa longe dos produtos e serviços pagos. Não seja dessas que nem conhece a loja e já pergunta "aceita parceria"? Isso é péssimo!

5. Você não tem uma lista de e-mails:

Toda blogueira fica radiante quando recebe aquela enxurrada de visitantes, mas aqueles mesmos visitantes saem da mesma forma de entraram. Uma blogueira que se prese, agarra as oportunidades e uma delas é conseguir contato dos visitantes para enviar boletins semanais do blog, e qualquer outra informação importante que desejar. Construir sua rede de contatos é uma passo necessário se você deseja ter um blog de negócios em 2019.

6. Você não pensa em investir no blog e em você:

Quando a pessoa acredita que "tudo é gasto" infelizmente ela não tem uma mente empreendedora. Ao comprar um domínio para esse blog por exemplo, eu pensei em investir em um nome profissional que ajudaria no SEO e no quesito autoridade e profissionalismo, e não me arrependo.

Investir em cursos, e-books, ferramentas e serviços só vai agregar valor e conhecimento para você, que em pouco tempo verá o retorno dos seus esforços. Não estou falando que você deve comprar todos os cursos e ferramentas disponíveis, mais sim perder o medo para começar enxergar como um investimento necessário e importante para o seu desenvolvimento pessoal e profissional.

+ 10 dicas de como deixar o seu blog profissional
+ Não cometa esses 7 erros no seu blog

7. Você só pensa em números:

Ficar pensando somente na quantidade de visitas por exemplo, é muito errado. A blogueira deve se preocupar na qualidade das visitas. Por exemplo, eu prefiro ter 100 visitantes diários que gostam de acompanhar e que estão em busca daquilo que ensino no blog, do que 1000 visitas que por não serem meu público alvo, não vão curtir minha página, não vão me seguir no Instagram, no Pinterest, não vão se interessar em fazer parte da minha lista de e-mails. Preocupe-se em atrair leitores que vão engajar no seu conteúdo, que vão comentar e compartilhar seus posts, fuja dos leitores curiosos.
8. Você desiste fácil:

Desistir fácil é um sinal de que você não ama o que faz, por isso, vai querer desistir sempre, mesmo que as coisas estejam dando certo. Quando não se ama o que faz, não existe motivação, e é essa palavrinha mágica que faz com que muitas blogueiras continuem produzindo conteúdo mesmo sem ganhar dinheiro, sem ter reconhecimento merecido, mesmo sem muitas visitas.

Conclusão

Qualquer pessoa pode criar um blog, redes sociais, é algo livre e pra todos. Mas são poucos os que vão chegar longe, conquistar seus objetivos e mudar de vida radicalmente através do seu trabalho como blogueira. A maioria cria por modinha, ou pelo simples fato de ter, sem um objetivo definido. 

Ter propósitos faz toda diferença. É motivador acordar e saber que você pode transformar o dia de alguém com as suas palavras, através de um vídeo ou de uma foto. É preciso encontrar sua missão! Eu já sei qual é a minha, e você? 

Se gostou do post, compartilhe com seus amigos. Curta nossa página, faça parte do nosso grupo fechado no Facebook, siga o blog também no Instagram e no Pinterest, onde você encontra dicas quentes sobre empreendedorismo digital.


5 comentários:

  1. Eu não gosto de ser chamada de blogueira porque foi criado essa cultura de querer sempre produto de graça... eu fico muito chateada com isso. Quando fui divulgar meu trabalho de fotografia e me apresentava como blogueira muitos lojistas nem me ouviam direito e logo faziam aquela cara de "veio mendigar produto", claro de tantas meninas sem noção ficarem perturbando no direct do insta da loja...

    Sério, receber produto como um dos meios de pagamento é uma das formas que somos "pagas" mas se a pessoa não tem o engajamento e influência necessário para trazer retorno para a loja só vai queimar a imagem da blogueira que logo desiste fácil (isso que tem aquelas que ainda brigam com a loja porque não aceitam a parceria, eu administro duas lojas no Insta e cansei de receber mensagem assim...)

    Realmente tem que fazer por amor e dedicar, não é um trabalho fácil e toma muito tempo mas o retorno é certo se persistir! Adorei o post :)

    Apenas eu, Day

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também sofro com essa "mendigagem" que vive aparecendo na página de web designer. Mas eu não me importo de me intitular Blogueira, sei que há muito preconceito, mas devemos tentar mudar isso!

      Receber produto como pagamento é a pior coisa que uma blogueira pode fazer na minha visão. É isso que deixa muitas lojas e empresas mal acostumadas. Por uma aceitar, acham que todas vão aceitar também.

      Obrigada Day, fico feliz que tenha gostado <3

      Excluir
  2. Ser uma blogueira hoje é algo muito desejado e sonhado por muitas meninas, mas poucas querem se esforçar e realmente se empenhar nisso. Eu quando comecei já pensava em levar a sério, como um trabalho mesmo e hoje vejo o quanto sou esforçada e tento sempre ajudar as pessoas que me seguem e gostam de mim.

    O problema de hoje é achar que é só receber mimos e sair que nem uma "pedinte" por todos os instagrans de loja: vamos fazer parceria?? e pronto, tudo está feito, mas esquecem do pequeno detalhe chamado trabalho e por isso acabam desistindo e indo pra outros caminhos.

    Ser blogueira ou influenciadora é muito mais do que as pessoas pensam, e ainda ter todo o esforço e vontade que você falou aqui.

    Blog Vinte Primaveras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camila, infelizmente a maioria quer tudo de mão beijada. Acham que é trabalho fácil, que é dinheiro todo dia caindo na conta, e a gente sabe que não é bem assim neh. O próprio nome "parceria" já diz tudo: Uma troca de favor.

      Se o blog e a blogueira não tem nenhum conteúdo pra oferecer a loja, como ela pode pensar que a empresa fará parceria com ela? É inviável! Mas fazer o quê neh... Eu tento de todas as formas alertar, mas a grande maioria desiste no primeiro obstáculo!

      Excluir
  3. Para todas as arwaá da vida é preciso comprometimento e trabalho pois nada cai no colo de graça.Eu amo meu blog e não tenho a menor vontade de receber produtos grátis para não me senti obrigada a fazer uma resenha mentirosa. Amei todo o POST.bjsse obrigada pelo conteúdo

    ResponderExcluir

Topo
Todos os direitos reservados - Desenvolvido com
por Lorena Alves
Usamos cookies próprios e de terceiros que entre outras coisas recolhem dados sobre seus hábitos de navegação para mostrar publicidades personalizadas e realizar análises de uso de nosso site.
Se continares navegando consideramos que aceita seu uso. Entendi Mais informações